A Delegacia do Alto Maracanã, em Colombo, na região metropolitana de Curitiba, prendeu, na noite de ontem (11), um dos suspeitos de participar da morte de um homem na Vila Zumbi dos Palmares. O suspeito foi preso em flagrante pela Lei Maria da Penha, mas já estava sendo investigado pelo crime de homicídio, que aconteceu na tarde do último sábado (7). Eneir Ferreira Garcia, 58 anos, foi baleado dentro de casa.

 

Foto: Banda B

 

O delegado do Alto Maracanã, Herculano de Abreu, disse que o suspeito foi preso em flagrante por agredir a esposa. “A investigação já estava bastante adiantada, já tinha a qualificação dele. Mas na noite de ontem, o próprio policial que estava investigando o caso recebeu uma situação de violência doméstica envolvendo esse homem. Ele foi preso em flagrante porque pela lei eleitoral não poderíamos prendê-lo com mandado”, descreveu o delegado. “Temos provas suficientes para transformar o flagrante da Lei da Maria da Penha em prisão preventiva por homicídio”, completou.

O preso tem 34 anos. Há outro envolvido no crime, que está sendo investigado pela equipe policial.

Motivação

Para a polícia, a motivação está sendo apurada. “Há boatos de que a vítima tinha praticado um crime anterior e eles foram para lá para se vingar. Mas, estamos investigando”, contou o delegado.

No entanto, a princípio, a vítima não tinha passagem pela polícia.

Crime

Pelas imagens de segurança, uma dupla invadiu a casa de Garcia, na rua João Matos de Almeida, na Vila Zumbi dos Palmares, e atirou contra ele. A vítima chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital.