O suspeito usou uma enxada para cometer o crime. (Foto: Divulgação/PC)

 

Um homem de 46 anos foi preso nesta semana em Foz do Iguaçu, no Oeste do Paraná, suspeito de cometer uma chacina que matou um casal e duas crianças em março de 2016. As vítimas são Paulo Roberto Rodrigues Fuizam, 54, Lindalva dos Santos, 47, e as as filhas gêmeas dela, Camile e Nicole, de seis anos.

O crime aconteceu em um terreno na Vila Maria Antonieta, em Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, onde todos os envolvidos moravam. Na ocasião, o suspeito, Emerson dos Santos Simplicio, entrou na residência onde as vítimas estavam e as golpeou com uma enxada.

De acordo com o delegado Reinaldo Zequinão, responsável pelo caso, o crime teria sido motivado por ciúme. “As investigações apontam que o autor do crime e o rapaz morto eram amigos e, inclusive, dividiam aluguel em uma das residências do terreno. Lindalva, que também morava ali, teria tido um relacionamento amoroso com o Paulo, mas eles terminaram e ela começou a sair com o Emerson”, contou ele em entrevista à Banda B.

Mais tarde, a mulher acabou desmanchando o namoro com o suspeito. “Ela terminou a relação e voltou ao antigo namorado, o Paulo, o que provavelmente causou a ira de Emerson. Foi um crime de muito ódio”, completou o delegado.

Com provas em mãos, a polícia pediu a prisão preventiva do homem, que foi acatada pela Justiça. Emerson foi detido em Foz do Iguaçu e deve ser transferido para Curitiba, onde será interrogado.