Câmeras de segurança mostram o momento em que o homem atira na vítima. (Foto: Reprodução)

 

A Polícia Civil prendeu, nesta terça-feira (14), um homem suspeito de atirar contra o rosto da ex-namorada em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. O crime aconteceu na noite da última sexta (10), quando a mulher, de 32 anos, saía do mercado onde trabalhava, no bairro São Marcos. Ela foi socorrida e encaminhada ao hospital.

Segundo a delegada responsável pelo caso, Tatiana Guzela, o suspeito se apresentou ontem à polícia, com a presença de um advogado. “Ele foi ouvido e ficou detido, devido ao mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça”, explicou ela em entrevista à Banda B.

Durante o interrogatório, o homem confessou o crime e disse que o objetivo era matar o marido da ex-namorada. “Ele falou que a mulher se colocou na frente da arma e os disparos acabaram acertando o rosto dela, em vez de atingir o parceiro. Mas, analisando as imagens, é possível ver que a vítima não se mexeu em nenhum momento, o que enfraquece a versão dele”, completou a delegada.

Sobre a motivação do crime, o suspeito alegou que queria resolver os problemas que tinha com o marido da ex-namorada, que já teria o ameaçado em datas anteriores. “Isso ainda está sob investigação. Mas, independente de qualquer coisa, nós temos uma mulher que recebeu dois tiros no rosto. Isso diz, para mim, que estamos diante de um feminicídio tentado”.

Relacionamento

De acordo com a investigadora, a vítima e o suspeito tiveram um curto relacionamento enquanto ela estava separada. Os dois trabalhavam juntos no mercado. Depois de um tempo, a mulher decidiu reatar o casamento e o ex-namorado não teria aceitado a decisão.

Após o crime, a funcionária do mercado foi socorrida e encaminhada ao hospital sem risco de morte, já que os disparos a atingiram de raspão. Ela recebeu alta na noite desta segunda-feira (13) e passa bem.

“A família da vítima está assustada, com medo de que isso possa ocasionar eventuais vinganças. Mas, como o suspeito está preso, não teremos novos episódios, assim esperamos”, comentou a delegada.

O crime

A funcionária foi atingida na Rua Romário Martins, quase na esquina com a BR-376, na frente do mercado onde trabalha. Câmeras de segurança mostram o momento em que o homem se aproxima e atira contra a mulher duas vezes, no rosto e no pescoço (assista no fim da reportagem). Ela corre, pedindo socorro, e o atirador foge.

“Testemunhas relataram que ele disse ‘você vai morrer, vagabunda’ antes de atirar. Se ele realmente falou isso, sem dúvida nenhuma quis atingi-la e não o marido dela”, declarou a investigadora.

A arma do crime ainda não foi encontrada, já que o suspeito declarou que a perdeu. Ele deve permanecer preso à disposição da Justiça.

Vídeo

Assista abaixo ao vídeo gravado no momento do crime: