Com mandado de prisão preventiva em aberto, um homem suspeito de cometer o crime de furto qualificado mediante fraude e estelionato contra pelo menos 18 vítimas foi preso após se entregar à polícia nesta terça-feira (13). O jovem, de 21 anos, aplicava golpes durante negociações de compra de veículos em sites.

De acordo com o delegado João Marcelo, da Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos, pode haver mais vítimas além das 18 pessoas que a polícia ouviu e o valor estimado do golpe chega a R$ 500 mil. “São diversas as marcas, modelos e anos dos veículos”, completou.

Conforme Marcelo, o suspeito sempre atuava da mesma forma. Ele procurava por veículos que estivessem à venda em sites, e que tivessem financiamento. “Ele se passava por empresa de solução de créditos e dizia que em determinado momento depositaria certa quantia, e compraria o veículo. Em seguida, conseguia fazer uma procuração para transferir o bem e se comprometia a pagar em até 30 dias”, explicou.

Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos. Foto: Banda B

No entanto, segundo relatos do delegado, quando as vítimas percebiam já estavam sem o veículo e sem dinheiro.

A polícia chegou ao suspeito após um advogado, com um Renault Kwid, ser preso. “Depois da divulgação dessa prisão, algumas pessoas procuraram a Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos informando que teriam sido vítimas de crime parecido”, disse João Marcelo.

Após investigações, foi expedido o mandado de prisão preventiva. “Ele soube do mandado depois que foi publicado, acabou comparecendo à delegacia e foi preso”, afirmou.

O jovem, que estava na companhia de seu advogado, optou por permanecer em silêncio durante o interrogatório.