Um homem com mandado de prisão em aberto morreu em confronto com policiais militares (PM) do 23º Batalhão, no bairro Augusta, em Curitiba*, no começo da noite desta segunda-feira (22). Segundo a polícia, o suspeito atirou contra os agentes de segurança no momento em que ouviu a tentativa de abordagem, que tinha o objetivo de prendê-lo por conta de um homicídio. O detalhe, porém, está no fato de que uma granada foi encontrada pela PM, que afirmou ser do foragido da justiça.

*Errata: inicialmente, a Banda B informou que o confronto aconteceu na Vila Augusta, localizada no bairro Cidade Industrial de Curitiba (CIC). No entanto, Augusta é um bairro da capital. Pelo erro, pedimos desculpas. A informação foi corrigida às 20h50.

confronto-CIC
Suspeito armado com granada morre em confronto com PMs que tentavam cumprir mandado de prisão. Foto: Cristiano Vaz/Banda B

O capitão Gonçalves explicou que o homem tentou fugir correndo para os fundos de uma casa ao ver os policiais e, deste local, efetuou disparos.

As equipes, em posse do documento judicial, vieram até o local para cumprir o mandado de prisão. Ele atirou contra as equipes, que, para revidar a injusta agressão, alvejaram o homem. Médicos foram acionados para tentar salvá-lo, mas ele não resistiu’.

Gonçalves, capitão da PM.

A troca de tiros aconteceu em frente a uma distribuidora na rua Faxinal. Nenhum policial ficou ferido na ação. Gonçalves comentou sobre a granada encontrada e o perigo aos moradores da região da Vila Augusta.

Após o confronto, as equipes fizeram uma varredura e se surpreenderam com o encontro. O Esquadrão Antibombas da PM foi acionado para tomar as medidas necessárias em relação ao artefato.

Gonçalves, capitão da PM.

O Instituto Médico Legal (IML) foi até o local para recolher o corpo. A área foi isolada para o trabalho das equipes policiais especiais.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Suspeito armado com granada morre em confronto com PMs que tentavam cumprir mandado de prisão

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.