Um suposto pastor foi preso pela Polícia Civil pelo crime de estupro de vulnerável em Bocaiúva do Sul, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC). A ação aconteceu na manhã desta quinta-feira (18). 

Foto: Divulgação

O delegado Mário Sérgio Bradock comentou a prisão do homem, que afirmou à polícia que era um líder religioso. Ele não poupou nas palavras.

Hoje pela manhã, o ‘ki-suco’ ferveu a mais de 2.000 °C. O Grupo de Operações Especiais da Polícia Civil aqui de Bocaiúva prendeu, por ordem de mandado, o homem de 56 anos pelo crime de estupro. O cidadão diz que é pastor, mas só se for do diabo porque de Deus não deve ser. Agora, ele está ‘guardado’ na delegacia e vai transferido à penitenciária, onde irá cumprir o curso de leão da montanha.

Mário Sérgio Bradock, delegado.

Ele permanece à disposição da Justiça. 

Distribuidora de bebidas é alvo durante operação

O ‘ki-suco’ mencionado por Bradock se deve também ao cumprimento de mais uma etapa da operação Fumaça em uma distribuidora de bebidas em Bocaiúva do Sul. O delegado disse que o ponto está se ‘tornando danoso à comunidade’ visto que estaria envolvido com a venda de produtos ilícitos da região.

Estaria envolvido com a venda de cigarros eletrônicos, algo que é terminantemente proibido no Brasil porque causa 100x mais mal do que um cigarro normal. Prendemos em flagrante o dono da distribuidora e a sobrinha de 21 anos, que vendia a mercadoria em anúncios pelo Instagram.

Mário Sérgio Bradock, delegado.

A jovem, detida em flagrante, falou à polícia que revendia os produtos a outra distribuidora, mas em Tunas do Paraná. Os policiais foram até o local e prenderam mais um suspeito.

É o gerente da empresa, que foi fechada hoje. Ele também está fazendo um curso de leão aqui na delegacia.

Mário Sérgio Bradock, delegado.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Suposto pastor é preso em Bocaiúva do Sul por estupro: ‘Do diabo porque de Deus não deve ser’, diz delegado

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.