Uma misteriosa ligação mudou a rotina de um comerciante, na tarde desta quarta-feira (6), em um estabelecimento que fica no bairro Boqueirão, em Curitiba. Do outro lado da linha, estaria alguém que se apresentou como “Caveirinha” e seria integrante de uma facção criminosa. A voz queria dinheiro e ameaçou fechar a loja caso não fosse atendido.

(Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

O proprietário do comércio, que trabalha no local há 20 anos e não será identificado, explicou que a ligação veio de um número desconhecido. “Por volta das 14h30, a gente recebeu uma ligação de um número não identificado de uma pessoa que dizia se chamar ‘Caveirinha’ e seria de uma facção criminosa. Ele queria conversar com o proprietário e ameaçou fechar a loja caso não recebesse uma contribuição. A ligação caiu, ele ligou novamente, mas nós não atendemos”, disse o comerciante.

Desde então, o empresário trabalha com medo e contou se sentir de mãos atadas. “A gente trabalha em família e não temos nenhum tipo de proteção. Não temos viatura passando aqui na rua e pensamos até em trabalhar de portão fechado para limitar o acesso de pessoas. Ficamos de mãos atadas”, lamenta.

Além do proprietário do local, o endereço do comércio e sua especialidade também serão preservados. Um boletim de ocorrência a respeito da tentativa de extorsão foi feito na Delegacia de Polícia Civil da área, o 7º Distrito Policial, que passa a investigar o caso.