O combate a um incêndio que atingiu uma casa no bairro Cajuru, em Curitiba, terminou com a presença da Polícia Militar (PM) para conter os ânimos de moradores do local. A polícia foi acionada após bombeiros serem xingados por conta de uma “suposta demora” no atendimento à ocorrência. O caso aconteceu na Rua Angélica Kenski.

corpo-bombeiros-ocorrencia-cajuru-1
‘Suposta demora’ revolta moradores, e bombeiros são xingados durante combate a incêndio em Curitiba. Foto: Cristiano Vaz/Banda B

A tenente Félix, do 20º Batalhão da PM, deu detalhes da ocorrência.

Tudo começou com o incêndio. As equipes dos bombeiros foram acionadas, chegaram, mas a população acreditou que houve uma demora neste deslocamento. Quando chegaram, eles passaram a ser hostilizados. Isso acionou a PM, que veio garantir a segurança dos socorristas e o trabalho no combate ao fogo.

Félix, tenente do 20º Batalhão.
corpo-bombeiros-ocorrencia-cajuru-2
‘Suposta demora’ revolta moradores, e bombeiros são xingados durante combate a incêndio em Curitiba. Foto: Cristiano Vaz/Banda B

No local, há várias casas próximas. Félix citou “um risco na região”.

Graças a Deus, o incêndio foi apagado com sucesso e tudo fluiu bem. O Corpo de Bombeiros atende várias ocorrências e as equipes precisam de segurança para poderem atuar. Que todos tenham a consciência, sensibilidade, de que o serviço é importante e que não façam isso com as equipes. Ninguém vem para fazer corpo mole, demorar ou qualquer coisa semelhante. O foco é fazer o serviço mais rápido possível e com qualidade e segurança à população.

Félix, tenente do 20º Batalhão.

Ninguém ficou ferido na ocorrência que provocou apenas danos materiais. Um cilindro onde estava a casa em chamas poderia ocasionar a explosão.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

‘Suposta demora’ revolta moradores, e bombeiros são xingados durante combate a incêndio em Curitiba

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.