A Delegacia de Rio Branco do Sul, na Região Metropolitana de Curitiba, pediu a prisão preventiva do ‘stalker’ acusado de agir contra uma dupla de irmãs há pelo menos 1 ano. De acordo com a Polícia Civil, o investigado teria descumprido a medida protetiva imposta pela Justiça, voltando assim a ameaçar uma das vítimas. O pedido de prisão foi feito nesta segunda-feira (1).

image-3
Reproução

O caso foi revelado no começo de junho. Em entrevista concedida à Banda B, Gabrielle Dias Brito, de 20 anos, descreveu que o agressor seria um vizinho.

“Eu te amo”; “Posso te dar uma vida de princesa”; “Todo dia eu penso em você e oro a Deus”; “Esperei você crescer”. Esse é o teor de apenas algumas das dezenas de mensagens enviadas.

Em um vídeo, ele aparece dentro de um quarto, em frente a uma cama, com a câmera apontada para ele: “esse daqui é o nosso quarto se vier morar comigo. Quarto bom, cama king, com vista para um campo de golfe”, diz ele.

De acordo com o delegado, um boletim de ocorrência sobre o caso foi registrado em janeiro desse ano e na ocasião um Termo Circunstanciado pelo crime de perseguição foi confeccionado.

Agora, com o descumprimento da medida protetiva, a polícia aguarda posicionamento da Justiça sobre a prisão do investigado.

“As vítimas foram até a delegacia novamente e, mesmo com as medidas protetivas, uma delas continuou recebendo mensagens, inclusive com xingamentos e ameaças. Desta forma, instauramos novo mandado investigativo”, explicou o delegado Gabriel Fontana.

O caso segue sendo investigado pela Polícia Civil.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

‘Stalker’ descumpre medida protetiva e polícia pede prisão após novas ameaças contra dupla de irmãs

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.