Por Elizangela Jubanski e Bruno Henrique

crime-araucaria-dentroVítima cumpria medida protetiva para não chegar perto de ex. Foto: BH/Banda B

O pai de uma jovem não aguentou as ameaças do ex-genro e fez justiça com as próprias mãos na manhã desta quinta-feira (2) no bairro Passaúna, em Araucária, na região metropolitana de Curitiba. Rosnei de Mirando Silva, 25 anos, foi morto com três disparos de arma de fogo dentro de casa. A irmã e a tia da vítima estavam em casa e viram o crime. O sogro dele é caminhoneiro e ainda não foi encontrado.

Silva e a mulher estariam juntos há cerca de 6 meses, em um relacionamento bastante conturbado, segundo familiares. A vítima cumpria uma medida protetiva da Leia Maria da Penha em que era proibido chegar perto da ex. Mesmo assim, de acordo com a Polícia Militar (PM), as ameaças continuaram. Ele já teria agredido a garota. O casal se conheceu na vizinhança e as famílias moram próximas. Ela está grávida de cerca de 3 meses.

A vítima estava em casa, na rua Catarina Druszcz Goldriend, quando o sogro foi até lá, por volta das 9 horas. A tia e a irmã da vítima estavam em casa e viram o crime. O pai da garota disparou cerca de três tiros contra Silva, que morreu na hora.