Por Marina Sequinel e Antônio Nascimento

Uma tragédia chocou os trabalhadores em uma construção localizada no bairro Hauer na tarde desta sexta-feira (1º). O mestre de obras foi assassinado com dois tiros na frente da esposa por um funcionário que havia sido demitido de manhã.

Segundo o tenente Januário da Polícia Militar, Domingos Medeiros de Lara, de 49 anos, saiu com a mulher à tarde para tirar o dinheiro e acertar o pagamento do ex-funcionário e de outros trabalhadores. Ao estacionar o carro de volta ao trabalho, a vítima foi abordada pelo pedreiro. “A esposa contou que o criminoso bateu na janela do veículo e exigiu todo o montante que o mestre de obras carregava. Domingos até chegou a pensar que tudo não passava de uma brincadeira”, contou à Banda B.

A vítima negou o pedido e foi baleado pelo criminoso. A esposa, que estava no banco do passageiro, não foi atingida pelos disparos. O tenente afirmou ainda que ela não sabia dizer se o homem teria levado ou não o dinheiro.

A informação é de que o autor do crime, identificado apenas como Thiago, é morador do Jardim Acrópole, no bairro Cajuru, em Curitiba. Após o homicídio, ele fugiu a pé acompanhado de um comparsa.

A polícia foi acionada e a Delegacia de Furtos e Roubos (DFR) é responsável por investigar o caso.