Agentes da Receita Federal apreenderam na madrugada deste domingo, 30, no Porto de Paranaguá, 347 quilos de cocaína. O entorpecente estava em oito bolsas, dentro um contêiner carregado com celulose, que seria transportado para o terminal portuário de Antuérpia, na Bélgica.

O método utilizado pelos traficantes internacionais para enviar a droga para a Europa é conhecido como rip-on/rip-off, em que a cocaína é colocada clandestinamente, dentro de bolsas, junto com a mercadoria, no interior do contêiner pouco antes do embarque, sem o conhecimento do dono da carga.

EMBARCADO

A droga foi encontrada pelas equipes da Alfândega da Receita Federal no momento em que o contêiner estava sendo embarcado. A porta aberta da estrutura indicou a situação irregular e o contêiner foi levado para um armazém e vistoriado.

O entorpecente foi encaminhado para a sede da Polícia Federal, em Curitiba, que segue com as investigações.

2018

Com a apreensão deste domingo, 30, sobe para 4,895 toneladas de cocaína apreendidas no terminal de contêineres do Porto de Paranaguá.

De acordo com os agentes da Alfândega da Receita Federal, o trabalho de fiscalização será intensificado ao longo de 2019.

Estima-se que o total de entorpecente apreendido esteja avaliado em mais de 41 milhões de dólares, aproximadamente 160 milhões de reais.