(Foto: Alexandre Xavier)

Uma tragédia chocou os moradores do bairro Cajuru, em Curitiba, na tarde desta quinta-feira (1). Um jovem de 23 anos matou a facadas o namorado, de 18, e se enforcou em seguida. O caso aconteceu na casa onde os dois moravam, na Rua Luiz Visinoni.

Segundo o delegado Osmar Feijó, da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), os vizinhos relataram que ouviram gritos e uma briga entre os dois. “Nós fomos acionados para atender a esse caso onde um companheiro acabou agredindo o outro com golpes de faca e, posteriormente, se enforcou com o cabo de uma televisão. Não há informações sobre o motivo da discussão entre os dois”, disse ele.

De acordo com o delegado, após matar o companheiro, o rapaz mandou mensagem para familiares confessando o que tinha feito. “Os parentes então chamaram o Samu e nós fomos acionados depois. Nós acreditamos que o rapaz pode ter se arrependido e cometeu o suicídio. Havia muito sangue no local e os móveis estavam revirados, o que indica que houve uma briga. A vítima esfaqueada foi encontrada na cama, enquanto o outro envolvido estava na casa dos fundos, onde mora a mãe de um deles”.

No local, a polícia recebeu a informação de que o autor do crime tomava remédios para depressão. “Ele estava em tratamento com antidepressivos, mas a família afirmou que nada indicava que ele faria algo assim, nem que tinha motivos para isso. Os vizinhos comentaram que ele e o namorado formavam um casal bem tranquilo”, completou o delegado.

Feijó declarou que, a princípio, descarta a ação de uma terceira pessoa no caso, já que o próprio autor avisou familiares sobre o crime. Os celulares dos dois envolvidos e duas facas foram apreendidas para passar por perícia. O corpo dos jovens foi recolhido ao Instituto Médico Legal de Curitiba (IML).