A Polícia Civil do Paraná (PCPR) prendeu o quarto suspeito envolvido em homicídios, tentado e consumado, ocorridos no bairro Parolin, em Curitiba, no dia 3 de junho deste ano. Alexsandro de Lima, 24 anos,
foi capturado na terça-feira (24), em cumprimento de mandado de prisão preventiva, no mesmo bairro dos crimes.

 

Foto: Polícia Civil/Divulgação

 

O suspeito também foi preso em flagrante, pois tentou fugir portando uma arma de fogo. Além disso, outras 12 munições foram localizadas no bolso do suspeito.

O delegado Thiago Nóbrega da Homicídios disse que o preso estava na casa da mãe dele. “Ele é o chefe desse bando e estava escondido na casa da mãe dele. Fomos até lá, ele tentou fugir pelos fundos da casa, porém já prevendo essa fuga fizemos um cerco pelos fundos. Ele estava com uma pistola, mas não reagiu”, descreveu o delegado

 

Foto: Polícia Civil/Divulgação

 

Durante as investigações, a PCPR apurou que o indivíduo e mais outros três suspeitos envolvidos no crime – presos no dia 29 de junho deste ano – faziam parte de uma organização criminosa envolvida com o tráfico de drogas, na região do Parolin.

Crimes

O homicídio consumado vitimou Douglas dos Santos Rodrigues, de 20 anos. Na ocasião dos fatos, Rodrigues estaria “soltando pipa” junto com um amigo, de 23 anos, quando os suspeitos, em um veículo Ford/Fiesta preto, se aproximaram das vítimas e realizaram diversos disparos de arma de fogo. Rodrigues foi atingindo na cabeça, tórax, costas e demais partes do corpo.

Ele não resistiu aos ferimentos e morreu no local. O outro rapaz também foi atingido pelos disparos, mas sobreviveu.

Motivação

Nas investigações, a PCPR apurou que o crime teria sido motivado por desavenças relacionadas ao tráfico de drogas. Rodrigues teria se negado a permitir que sua casa fosse usada como ponto de venda de entorpecente. Então, os indivíduos decidiram matá-lo.