Redação

Uma quadrilha suspeita de assaltar residências e chácaras na região metropolitana de Curitiba foi presa pela Polícia Civil de Quatro Barras. O líder do bando, Maicon Ribeiro, 22 anos, foi preso na terça-feira (23), em uma residência em Colombo, junto de sua companheira, Nadine Maia Mocellin, 18 anos. Na quinta-feira (3) a polícia prendeu mais um integrante da quadrilha, Lucas Maia Mocelin, de 18 anos, em Campina Grande do Sul, na região da estrada do Mandaçaia, escondido em uma chácara. Todos são suspeitos de roubar inúmeras chácaras nos municípios vizinhos. Os outros dois integrantes da quadrilha foram presos no final de janeiro. Ribeiro ainda é suspeito pelo crime de roubo seguido de morte contra o proprietário de uma chácara de Campina Grande do Sul, ocorrido no final de dezembro do ano passado que vitimou o empresário João Maria Crozetta.

De acordo com o delegado responsável pela operação, Haroldo Luiz Vergueiro Davison, mais de 20 vítimas reconheceram a maioria dos objetos apreendidos e recuperaram parte do prejuízo sofrido, além disso, algumas das vítimas reconheceram o suspeito como autor dos roubos realizados em datas e locais distintos. “Com algumas pessoas já suspeitas, convocamos uma reunião com essas vítimas no começo de janeiro. Elas vieram, são cerca de 20 famílias, fomos perguntando várias coisas, algumas famílias nem boletim de ocorrência tinham. Então, registramos os boletins, e fomos perguntando as características dessas pessoas. Todas reconheceram seus objetos e umas 15 reconheceram Maicon como autor desses roubos”, descreveu o delegado.

Na residência do casal a polícia apreendeu duas armas, sendo um revólver e uma pistola, além de diversos objetos procedente de roubos. Uma motocicleta roubada há alguns dias em Bocaiuva do Sul também foi apreendida. O casal responderá por porte ilegal de arma de fogo e associação criminosa, Ribeiro responderá ainda por roubo seguido de morte. A mulher já foi transferida para o Sistema, os demais se encontram presos à disposição da Justiça.