Três homens foram presos na quinta-feira (27) sob a suspeita de torturarem um adolescente, de 13 anos, para que ele confessasse o furto de um celular. O crime aconteceu em maio, em Antonina, no litoral do Paraná.

De acordo com a Polícia Civil, as investigações sobre o caso começaram após a vítima ser brutalmente espancada e torturada para confessar o suposto delito. Os suspeitos têm 24, 25 e 41 anos.

Três são presos suspeitos de torturar adolescente para confessar furto de celular em Antonina
Suspeitos de torturar adolescente não tiveram as identidades reveladas – Foto: Divulgação/PCPR

“Os envolvidos capturaram o adolescente na rua, o agrediram fisicamente e o levaram até as margens de um rio na região, onde iniciaram atos de tortura por meio de afogamento. Os autores buscavam obter da vítima a confissão da prática do furto de um aparelho celular”, disse o delegado Emmanuel Lucas Moura.

A sessão de tortura contra o adolescente foi interrompida por um morador da região, segundo a polícia: “A vítima foi encontrada com diversas lesões no rosto e no corpo e precisou passar por atendimento médico.”

Preso preventivamente, o trio foi indiciado pela prática de tortura, cuja pena pode chegar até oito anos de reclusão

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Três são presos suspeitos de torturar adolescente para confessar furto de celular em Antonina

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.