A Polícia Civil do Paraná (PCPR) prendeu na manhã de terça-feira (6), um homem de 35 anos, suspeito de uma tentativa de homicídio contra outro homem, de 52 anos, ocorrido no dia 26 de maio de 2019, dentro de um “bailão”, na Cidade Industrial de Curitiba.

Foto: Djalma Malaquias/Banda B

Segundo o delegado Thiago Nobrega, da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), na ocasião do crime, o suspeito atingiu a vítima com uma faca na região do abdômen,  pelo fato do homem ter conversado com sua ex-esposa no local. Após ser golpeada, a vítima foi encaminhada ao Hospital do Trabalhador, onde permaneceu internado, em estado grave, por cinco dias.

“O suspeito estava no local com sua ex-companheira e o homem mexeu com a mulher. O homem não gostou e ficou por perto, quando a vítima falou novamente com ela, o suspeito esfaqueou ele. A vítima só não morreu porque outras pessoas apartaram a briga e conseguiram levá-lo ao hospital”, explicou o delegado.

Conforme apurado durante as investigações, o suspeito permaneceu escondido, desde a data do crime até o dia 02 de agosto de 2019, em hotéis da cidade de Curitiba/PR. Ele foi localizado quando deixava a casa da mãe, sem imaginar que sua prisão havia sido decretada.

“O suspeito fugiu e somente no começo deste mês soubemos que ele estava se escondendo em hotéis, no centro de Curitiba. Em algumas ocasiões ele dormiu na rua por falta de dinheiro. Quando ele retornou para a casa da mãe, ficamos sabendo e fomos até o local prender ele”, esclareceu Nobrega.

O suspeito não tinha passagens pela polícia e vai responder por tentativa de homicídio qualificado por motivo fútil. Ele continua preso e está à disposição da Justiça.