A Polícia Civil do Paraná (PCPR) prendeu um jovem, de 19 anos, suspeito pela morte de Mario Conceição, de 29. O crime ocorreu no dia 15 de março deste ano, no Centro de Curitiba. A prisão aconteceu em cumprimento de mandado de prisão temporária, na segunda-feira (27), em Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba.

Segundo informações da polícia, Conceição foi morto em seu apartamento, onde teria marcado um encontro amoroso com o suspeito. A vítima foi agredida diversas vezes com um aparelho de DVD encontrado ao lado de seu corpo. O objeto estava com manchas de sangue.

Local do crime no centro de Curitiba – Foto Banda B

O aparelho de DVD e outros objetos foram apreendidos e passaram por perícia. Os quais constataram impressões digitais do suspeito após confronto papiloscópico. Além disso, a PCPR teve acesso a conversas que constavam no celular da vítima, confirmando o encontro.

A motivação do crime ainda está sendo apurada. O jovem foi indiciado por homicídio qualificado, se condenado poderá pegar até 30 anos de prisão.

O crime

Conceição foi encontrado morto com ferimentos na cabeça, por volta das 4h da madrugada do dia 15 de março domingo (15), na própria residência localizada na rua Treze de Maio, no Centro de Curitiba. Na cena do crime, recados teriam sido deixados escritos na parede pelo autor do homicídio com os dizeres “estuprador” e assinado como “Rondônia”.

Segundo a DHPP apurou no local, a vítima seria homossexual e tinha o hábito de levar outros homens para se relacionar dentro de casa.

Conceição trabalhava em uma pizzaria e há alguns dias não comparecia ao trabalho.