Foto: SMCS

 

A Prefeitura de Curitiba lançou neste sábado (16/9) a Operação Parque Protegido, que vai reforçar a segurança dos parques mais movimentados da cidade.

As altas temperaturas dos últimos dias anteciparam o aumento do fluxo de pessoas normalmente registrado com a chegada da primavera.

A partir deste fim de semana, os parques Barigui, Botânico, Bacacheri, Tanguá, Tingui e Passaúna passam a contar com reforço no efetivo de guardas municipais para o período de alta no movimento.

“Nossas ações serão ampliadas nesses locais, com prioridade ao policiamento de proximidade”, disse o secretário da Defesa Social e Trânsito, Guilherme Rangel, que ao lado do diretor-geral da Guarda Municipal de Curitiba, Odgar Nunes Cardoso, acompanhou o início dos trabalhos no Jardim Botânico na manhã de sábado.

Segundo ele, é uma ação semelhante à Operação Verão realizada pelas polícias Militar e Civil durante o verão no litoral, quando aumenta o fluxo de visitantes.

Rangel explica que a guarda vai empregar diversas formas para reforçar a segurança desses locais, com patrulhamento a pé, de bicicleta, viaturas e módulos móveis.

O Grupo de Operações com Cães (GOC) também será acionado para reforçar as rondas. Neste sábado, os cães treinados fizeram sucesso entre os frequentadores do Botânico, principalmente com as crianças que brincavam por ali.

“Gostei”

Uma das famílias que aprovaram a iniciativa foi a do catarinense Marcos Soares, que aproveitou o fim de semana de sol para conhecer Curitiba com a família. “Estamos percorrendo os principais pontos turísticos e nos sentimos bem seguros”, disse ele. “Tem pessoal da guarda em vários pontos, inclusive na parte externa.”

O reforço nos locais mais movimentados não implica em mudança no patrulhamento de rotina dos demais parques da cidade, que continuam recebendo as rondas regulares.