Por Denise Mello e Daniela Sevieri

Local do crime foi isolado pela PM – Foto: Banda B

Um policial militar do 13 º Batalhão foi morto com um tiro no ombro na noite desta quarta-feira (26), no bairro Campo de Santana, em Curitiba.  A bala transfixou o corpo de cima para baixo e atingiu órgãos vitais. Segundo as primeiras informações, o soldado Marcos Rodrigues Ferreira, de 40 anos, morreu na hora dentro da casa dele. A Polícia Militar isolou a área e, até o fechamento da reportagem, ainda não havia dado detalhes da investigação. A suspeita inicial era de que poderia se tratar de um assalto, mas logo depois a principal hipótese passou a ser de homicídio. O carro do soldado foi levado pela atirador, mas abandonado logo em seguida, a cerca de 500 metros do local do crime. Várias viaturas cercaram a região na busca pelo responsável pelo crime.

Soldado Marcos Ferreira morreu aos 40 anos – Reprodução

O crime aconteceu por volta das 20h40 na Rua Bruno de Carvalho. Ferreira morreu no local. O carro do soldado, um Prisma prata, foi abandonado minutos depois, na Rua Delegado Bruno de Almeida perto da estação da Copel. O bandido fugiu.

Vizinhos e amigos estavam abalados com a notícia da morte de Ferreira. “Conheço o Marcos Ferreira há mais de 10 anos, uma pessoa incrível, amigo, pai de família. Estou falando do amigo de todas as horas. Uma perda irreparável”, lamentou o amigo, sem se identificar.

O soldado era casado e deixa um casal de filhos de 3 e 12 anos. Ele esteve internado há poucas semanas por problemas de saúde, mas já estava recuperado. No local, investigadores ouviram o depoimento da esposa do soldado, além de outras testemunhas. Ninguém da PM ou da PC falou sobre o crime.