Um policial militar de 33 anos foi baleado em um suposto assalto na noite desta terça-feira (5), no Jardim Guarani, Campo Largo, região metropolitana de Curitiba. Ele teria parado em um posto de combustível para abastecer e pedir informações, quando foi alvejado por um grupo de criminosos. O policial foi atingido por dois disparos de arma de fogo no quadril.

De acordo com informações preliminares no local, o policial voltava de uma viagem com a namorada, em um Voyage, e teria parado no posto, que fica no quilômetro 104 da BR-277, para abastecer e logo sem seguida pedir informações. Testemunhas disseram que o policial se aproximou de um grupo de jovens que estava no local e baleado, após uma discussão.

O soldado foi socorrido pelo Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate) e por um médico do Samu com dois tiros na região do quadril. Encaminhado ao Hospital Nossa Senhora do Rocio em estado grave, o policial corre risco de morte.

Segundo a Polícia Militar (PM), os quatro homens envolvidos no disparo contra o policial fugiram. Há informações de que um Renault Logan estaria envolvido na situação, no entanto nada foi confirmado pela PM.

Em rápido depoimento, a namorado do policial, que estava dentro do carro, afirmou que não ouviu a conversa e, por isso, não sabe dizer exatamente o que aconteceu.

A polícia chegou a fazer patrulhamento pela região, mas até o começo da madrugada dessa quarta-feira (6) ninguém tinha sido encontrado. O caso seguirá investigado pela Polícia Civil.

*Atualização: O policial militar está estável e não corre risco de morte. Ele permanece internado.