Dois homens foram presos em flagrante com drogas por policiais militares do Choque, durante a Operação Tático Móvel, na noite desta sexta-feira (16), na rua Carolina Casteli, no bairro Novo Mundo, em Curitiba. Após a abordagem, que resultou na apreensão de uma quantidade de maconha, um dos suspeitos teria confessado esconder mais drogas dentro de casa, onde foram encontrados vários invólucros com um anestésico para animais que seria usado para fins recreativos por seres humanos.

(Foto: Daniela Sevieri/Banda B)

O cabo Aurélio, do Choque, conta que a apreensão aconteceu a partir de abordagem da equipe a quatro suspeitos próximos de um veículo estacionado em uma praça. “Dois invólucros de cocaína foram encontrados nos bolsos de um dos suspeitos e no interior do carro mais dois cigarros de maconha. Quando perguntado, um deles disse que tinha mais drogas em sua residência. A equipe se deslocou até lá e encontramos a substância que em um primeiro momento achamos ser cocaína”, relatou o cabo.

De acordo com o veterinário, André Richter Ribeiro, a substância é um anestésico para animais que quando usada por seres humanos provoca euforia e pode levar à morte. “Esse é um anestésico vendido apenas com prescrição médica. Ele dá euforia, acelera o coroação, inclusive o usuário pode até morrer”, revelou Ribeiro.

Além do anestésico e da maconha, foram apreendidos 1750 reais em dinheiro e nove frascos de lança-perfume.

Os dois suspeitos detidos não tinham passagens pela polícia, podem ser indiciados por tráfico de drogas e, dependendo do entendimento do delegado, podem ser indiciados também pelo crime de alteração de produto destinado a fim terapêutico ou medicinal, artigo 237 do código penal, que tem pena de 10 a 15 anos de prisão.