Um jovem, de 18 anos, e uma mulher, de aproximadamente 20, foram presos suspeitos de envolvimento com o tráfico de drogas, nesta sexta-feira (14), em Curitiba. Além das prisões, a operação conseguiu apreender quase 4 kg de drogas e R$ 7580 em dinheiro, que a polícia acredita ser fruto da venda dos ilícitos.

O tenente Rodrigues, da Rone (Rondas Ostensivas de Natureza Especial), conta que no período da manhã, no bairro Parolin, uma viatura avistou um homem com uma arma de fogo com a numeração suprimida na mão e que isso deu início a uma operação. “Com isso, o pelotão da Rone do período diurno foi todo deslocado para aquela localidade, com o objetivo de reprimir e prevenir todo tipo de crime naquela comunidade. As equipes conseguiram abordar um cidadão com mandado de prisão pelo crime de roubo e ele foi conduzido até a delegacia”, revelou o tenente.

Foto: Daniela Sevieri/Banda B

Outras duas equipes teriam visto dois suspeitos e um deles teria fugido após tentativa de abordagem. O suspeito abordado estava com uma arma na cintura e próximo de um tablete de maconha.

“Ele assumiu a responsabilidade por todo o material e apontou dois endereços, sendo um em Almirante Tamandaré, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), e um no bairro Cajuru. Nesses locais seriam depositadas as drogas e os valores arrecadados com a venda”, explicou Rodrigues.

Na RMC, os policiais encontraram os 3,9 kg de droga. Já no Cajuru, o dinheiro foi localizado e uma mulher presa.

Cajuru

“A moradora do endereço foi encaminhada para a delegacia, por conta da quantidade de dinheiro encontrado com ela. O dinheiro foi apreendido, mas depois se ela conseguir justificar a origem, de que não se trata de fruto de crime, ela pode fazer isso”, afirmou o tenente.

A mulher já tem passagens por tráfico e, de acordo com denúncias que chegaram até a polícia, ela seria esposa de um detento. Esse detento estaria envolvido com a venda de drogas e ela teria assumido a venda no local, além da contabilidade da atividade.

Na casa da suspeita, não foram encontradas drogas.