O cão Buck, da raça American Bully e de apenas quatro meses, foi recuperado pela polícia após ter sido furtado por bandidos que invadiram a casa da família de Aline Sbrissia, de 26 anos, no Centro de Campina Grande do Sul, Região Metropolitana de Curitiba, na sexta-feira (6). Após uma denúncia anônima, o animal foi localizado por equipes do Cope (Centro de Operações Policiais Especiais) passeando com um adolescente, na tarde desta segunda-feira (9), na região do bairro Sítio Cercado, em Curitiba.

(Foto: Divulgação/PCPR)

O delegado Rodrigo Brown conta que o adolescente que estava com Buck e o pai dele foram encaminhados para a delegacia. “Diante da grande repercussão do caso, recebemos algumas informações. Hoje recebemos um indicativo de que o cachorro estaria na região do Sítio Cercado, onde foram feitas investigações e localizamos um menor de idade passeando com o animal na rua. O adolescente e o pai dele foram encaminhados para a delegacia e ficamos felizes de confirmar que realmente se tratava do Buck”, disse o delegado.

Brown acredita que o adolescente e o pai não sabiam da origem ilícita do animal e que ficou feliz em ver a reação do filho da vítima ao ver seu cão de estimação de novo. “Pelo o que verificamos, eles não sabiam da origem ilícita do animal. Me trouxe muita alegria ver a reação do menino quando conseguiu reaver seu bicho de estimação. Ele ficou emocionado e chegou a chorar”, relatou.

Aline disse que a sensação de ter Buck de volta para a família é inexplicável. “Foi inexplicável a felicidade de ver ele de volta e meu filho está muito feliz. Ver ele chorando de felicidade, não tem preço”, contou ela.

Invasão

A invasão à residência da família aconteceu na última sexta-feira (6), depois que marginais arrombaram o portão. “Sai de casa na sexta-feira, por volta das 13h30, e quando voltei, às 17h30, não estava mais o cadeado do portão. Vi que não estava mais a televisão, outros eletrônicos e nisso tudo percebemos que não estava mais lá o nosso cachorro”, lamentou Aline.

O cão era um porto seguro da família, especialmente após a morte do pai de Aline. “Perdi meu pai na terça-feira e o cão servia de apoio emocional para a nossa família, especialmente meu filho, de sete anos. Precisamos do cachorro com urgência”, disse à Banda B, em entrevista na manhã deste domingo (8).

Desde então, a família vinha fazendo campanhas nas redes sociais para localizar Buck.

As investigações para encontrar os autores do furto do cão e dos eletrônicos da família continuam. Quem tiver alguma informação pode ligar para a polícia no número: (41) 3217-2900.