Ciclista foi atropelado durante perseguição. (Foto: Reprodução/Catve)

 

A Polícia Civil procura pelo autor dos disparos que atingiram um veículo Peugeot na BR-277, em Cascavel, na região Oeste do Paraná, na tarde deste sábado (8). A ação, que teve troca de tiros e perseguição, terminou com a morte de um ciclista.

O delegado Rogerson Salgado, responsável pelas investigações, afirmou que duas das pessoas envolvidas já estão presas. Quem teria efetuado os disparos, no entanto, continua sendo procurado pela polícia. O possível autor estaria foragido na cidade de Cafelândia.

Segundo a polícia, a confusão começou por causa de uma briga antiga. Um veículo Golf, onde estavam três pessoas, cruzou com um Peugeot, que era conduzido por um homem com o qual um dos ocupantes do primeiro carro teria uma desavença. A partir daí, começaram os disparos contra o Peugeot.

Uma perseguição teve início na rodovia e terminou com o acidente que resultou na morte do ciclista Crezio Márcio Maia, de 46 anos, que estava voltando de uma confraternização da empresa onde trabalha e não tinha nada a ver com a confusão.

A polícia acredita que o acidente teria acontecendo quando o condutor do Golf bateu na traseira do Peugeot, deixando o motorista sem controle do veículo. Desgovernado, o rapaz atropelou o ciclista e ambos os carros pararam fora da pista. No entanto, esta versão só será confirmada com câmeras de segurança.

Dois ocupantes do Golf, sendo um deles o motorista, foram detidos ainda no sábado pela polícia. Um deles vai responder pelo crime de homicídio culposo na direção de veículo automotor, com omissão de socorro, além de embriaguez ao volante. O outro responde por tentativa de homicídio.

A arma utilizada ainda não foi localizada. O motorista do Peugeot foi identificado e entrou em contato com a delegacia. A polícia aguarda a sua apresentação.

Leia mais notícias aqui.