(Foto: Divulgação)

Um homem suspeito de matar o soldado da Polícia Militar (PM) Anderson César Teixeira da Cruz, de 46 anos, foi preso nesta quinta-feira (31) em Itapoá, Santa Catarina. As investigações apontam que o rapaz atirou várias vezes contra o PM durante um show em um pesque-pague em Mandirituba, na região metropolitana de Curitiba. O crime aconteceu no dia 26 de agosto do ano passado.

O soldado foi morto em agosto do ano passado. (Foto: Reprodução)

De acordo com o tenente Diego Moscoso Sanchez, subcomandante do 28º Batalhão da PM, o policial estava de folga com amigos e familiares no pesque-pague quando um homem chegou armado no local. “Algumas pessoas avisaram o soldado que havia um rapaz armado ali e, quando ele foi tentar abordá-lo, o suspeito sacou a arma e disparou várias vezes. O PM tentou reagir, mas não conseguiu atirar”, afirmou ele em entrevista à Banda B.

Na ocasião, o filho de Anderson tentou socorrê-lo ao hospital, mas na chegada do pedágio da BR-116, ele acabou morrendo. “A partir de então, iniciaram-se as investigações. Já se sabia quem era o autor, mas ele estava foragido. Até que ontem nós conseguimos informações mais precisas, com o nosso setor de inteligência, e as repassamos para a polícia de Santa Catarina”, completou.

O homem, de 37 anos, não tinha passagens policiais por crimes graves. Ele era morador da região das Onças, no limite entre Araucária e Mandirituba e estava escondido em Itapoá. Não há mais detalhes sobre o motivo do crime. O suspeito foi encaminhado à delegacia para os procedimentos cabíveis.