A Polícia Civil prendeu o suspeito de matar Cleomar Inácio, de 31 anos, na última quinta-feira (29). O crime aconteceu no dia 19 de julho, no bairro Jardim Botânico, em Curitiba, após uma briga entre o autor e a vítima, ambos moradores de rua.

 

O suspeito foi levado a DHPP. Foto: Reprodução/PCPR

 

Segundo a Polícia Civil, a ação criminosa aconteceu por motivos fúteis e ambos seriam usuários de drogas. “O autor se utilizou de um instrumento contundente, ou seja, um pedaço de pau, chutes e socos, além da sua vantagem física para agredir a vítima”, disse o delegado Tito Barrichello, da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), à Banda B.

Na época, a vítima ficou com vários ferimentos na cabeça e levado ao Hospital Evangélico. No entanto, o homem não resistiu aos ferimentos. Ainda de acordo com Barrichello, durante as investigações a DHPP ouviu uma testemunha que teria conversado com o suspeito, logo após o crime.  “A testemunha apontou que ele estava todo ensanguentado e afirmou que o autor disse que ‘tinha feito o serviço'”, detalhou.

 

A vítima do crime. Foto: Colaboração

 

Prisão

O autor foi conduzido a delegacia após ser localizado. Mas quando interrogado sobre os possíveis motivos que o teriam levado a fazer tal ação, o delegado disse que ele exerceu seu direito de ficar em silêncio. “Poderia ter nos ajudado e cooperado, mas ele ficou em silêncio”, concluiu Barrichello.

Tanto o autor como a vítima possuem diversas passagens pela polícia por crimes patrimoniais. O suspeito possuí 39 anos e permanece preso a disposição da Justiça.