Um homem foi preso pelo Núcleo de Cibercrimes da Polícia Civil (Nuciber) por ser suspeito de cometer estupro de vulnerável na modalidade virtual, ameaça e produção de material de pedofilia, contra uma menina de 13 anos. A ação aconteceu na manhã desta segunda-feira (17), na Cidade Industrial de Curitiba. De acordo com a Polícia Civil, a operação foi realizada após o Instituto de Criminalística descobrir a identidade do rapaz, por meio de um estudo de inteligência no celular da vítima.

 

 

Segundo a Polícia, foi a mãe da adolescente que procurou o Nuciber para realizar a denúncia. Imediatamente, diante da gravidade da situação, um inquérito policial foi instaurado, a fim de identificar o suspeito. Segundo o delegado José Barreto, do Nuciber, a vítima conversou com os policiais e, após a coleta do aparelho eletrônico, foi descoberto que a comunicação do homem era feita por todas as redes sociais da criança.

“Ele passou a pedir fotos da adolescente, nua. Inclusive, também mandou ela fazer vídeos em determinadas posições enquanto se masturbava”, revelou à Banda B.

Após um tempo, segundo o delegado, o rapaz passou a ameaçar esta menina para que ela mandasse mais fotos e vídeos nua. Se não, ele iria divulgar estas fotos e vídeos para a família. No entanto, isto não foi possível porque a prisão foi realizada. “O Nuciber conseguiu identificar este individuo. E, nesta segunda-feira, foi feita a prisão preventiva”, comentou.

Na delegacia, o rapaz, preso e interrogado, optou por ficar em silêncio. “Agora, ele foi encaminhado ao centro de triagem, onde vai aguardar a definição judicial”, concluiu Barreto à Banda B.