(Fotos: Polícia Civil)

Quatro pessoas, entre elas três mulheres, foram presas na manhã desta terça-feira (13/11), em São José dos Pinhais, Região Metropolitana, suspeitas pelo homicídio que vitimou Daniel Antônio Oliveira, de 19 anos. A ação foi deflagrada pela Delegacia de São José dos Pinhais, no bairro São Marcos, onde 17 mandados judiciais foram cumpridos. Um homem se encontra foragido.

O crime aconteceu na noite do dia 25 de setembro deste ano, por volta das 23h50, na esquina das ruas Brasílio Cavalim Carvalho com Olímpio Ferreira da Cruz, no bairro São Marcos, quando quatro pessoas chegaram em um veículo Citroen/Picasso, na cor prata e três indivíduos desceram do carro e desferiram diversos disparos de arma de fogo contra Oliveira que morreu no local.

(Fotos: Polícia Civil)

De acordo com a polícia, a proprietária do veículo utilizado no crime foi mantida em cárcere privado, por três mulheres (dos suspeitos), até que a vítima fosse executada. Após o crime, os suspeitos retornaram ao cativeiro, onde obrigaram a dona do veículo lavar suas roupas. Uma blusa acabou sendo queimada pois estava com muito sangue da vítima.

Após a equipe analisar imagens de câmera de segurança, ouvir várias testemunhas e familiares na delegacia, foi possível descobrir que a motivação do crime foi o envolvimento da vítima com o tráfico de drogas.

“A vítima costumava pegar drogas com um grupo criminoso que atuava na região, porém, no dia do crime ele havia comprado drogas para consumir com outro grupo que atua na mesma região, momento que os suspeitos se sentiram traídos por Oliveira”, falou o delegado responsável pelo caso, Michel Teixeira.

Durante as investigações, a equipe descobriu ainda que dos quatro homens envolvidos, dois foram presos em Santa Catarina (SC) e um morreu em confronto policial no mesmo dia. O trio foi até o estado vizinho assaltar sítios em áreas rurais, na cidade de Santa Terezinha (SC) . A dupla presa em SC teve os mandados de prisões pela morte de Oliveira cumpridos.

Na operação, foram cumpridos 17 mandados judiciais, sendo nove de buscas e apreensões e oito de prisões. Um dos envolvidos permanece foragido. “Além das quatro pessoas detidas, cumprimos os mandados contra dois homens presos em Santa Catarina e o mandado do suspeito que morreu, além de um homem se encontrar foragido”, explicou Teixeira.

Todos os envolvidos presos possuem passagem policial pelo crime de tráfico de drogas. A quadrilha foi indiciada por homicídio qualificado e associação criminosa. Durante o interrogatório, todos permaneceram calados. Eles aguardam à disposição da Justiça.