(Fotos: Divulgação/Polícia Civil)

A Polícia Civil prendeu em flagrante, na madrugada desta quarta-feira (10), um jovem de 26 anos e um homem de 33, suspeitos pelo crime de estelionato, no bairro Tatuquara, em Curitiba. Segundo os investigadores, a dupla invadia o sistema de operadoras telefônicas com um computador e programava chamadas que geravam custos para os verdadeiros proprietários das linhas.

O delegado Emmanoel David, responsável pelo caso, explicou que eles conseguiam fazer com que os telefones fixos de residências ligassem para um número que os golpistas criaram fora do Brasil. “Essas chamadas geravam pulsos a noite toda. Era como se você pegasse o seu telefone e ligasse para a Inglaterra, com o custo da ligação em R$ 4, R$ 5, por minuto. Eles faziam isso com 50, 60 números de clientes. Posteriormente, os valores gerados iam para a conta dos suspeitos”, disse em entrevista à Banda B.

De acordo com ele, a dupla agiu no início da semana, mas acabou presa nesta quarta, no momento em que tentava copiar dados telefônicos de dentro da sede de uma das operadoras. “Ontem eles deixaram equipamentos instalados no local e nós conseguimos prendê-los em flagrante. As próprias empresas começaram a desconfiar do golpe porque notaram que vários clientes no Tatuquara estavam fazendo dezenas de ligações, de duração de sete horas, para o Reino Unido”, completou.

Em um dos casos, segundo o delegado, o número era de um falso “Disk Sexo” e todo o valor recolhido pelas ligações, que estavam previamente programadas, iam para a conta dos suspeitos. Estima-se que o valor mensal chegava a R$ 1 milhão.

A Polícia Civil afirmou que os suspeitos já teriam sido presos anteriormente por golpes parecidos em Santa Catarina. Eles devem responder por associação criminosa, furto mediante fraude e estelionato.

Investigações continuam

As investigações continuam com o objetivo de descobrir se outras pessoas estão envolvidas no crime e também para saber quantas vítimas podem ter sido prejudicadas com o golpe.

A polícia orienta que quem percebeu ligações seguidas para números de promoções e reality shows televisivos, sorteios ou qualquer outro tipo de promoção onde o telespectador tenha que ligar para gerar pulsos nas ligações, faça registro de Boletim de Ocorrência.