(Foto: Divulgação)

 

Duas pessoas foram presas em flagrante, em situações distintas, após o furto das ‘amarelinhas’, bicicletas compartilhadas pelo aplicativo Yellow. Desde que começou a funcionar no dia 22 de janeiro em Curitiba, o serviço tem sido alvo da ação de ladrões e vândalos.

O primeiro suspeito, de 24 anos, foi detido na Avenida Nossa Senhora de Lourdes, no bairro Jardim das Américas, na noite desta sexta-feira (1). Segundo a sargento Márcia, da Central de Flagrantes, o homem foi avistado em atitude suspeita por um policial de folga.

“Na tentativa de abordagem, o jovem que estava com a bicicleta amarela tentou fugir, mas foi detido com a ajuda de pessoas que passavam pelo local. Ele foi encaminhado à Central de Flagrantes e, em depoimento, entrou em contradição. Primeiro ele disse que pagou R$ 20 pela bicicleta e, depois, afirmou que a pegou para ir comprar drogas”, contou ela em entrevista à Banda B.

De acordo com a polícia, o rapaz já tem passagens pela polícia por roubo. Desta vez, o delegado deve decidir se ele vai responder por receptação ou furto qualificado.

Segundo caso

Pouco tempo depois do primeiro caso, já na madrugada deste sábado (2), outro homem também foi preso usando a bicicleta irregularmente. A ocorrência foi registrada na Rua Itacolomi, no bairro Portão.

“Um homem de 40 anos foi detido na situação. Ele disse que achou a bicicleta na rua e por isso resolveu usá-la. O objeto foi apreendido e o suspeito foi autuado em flagrante por receptação”, finalizou a sargento.

A empresa de compartilhamento de bicicletas informou que as amarelinhas são equipadas com chip de GPS e, portanto, são rastreáveis. Além disso, foram projetadas para que suas peças não sirvam em outros modelos e disparem um alarme caso alguém tente utilizá-las após o travamento do sistema, que é acionado quando o usuário do aplicativo encerra o uso.

A Yellow

A Yellow iniciou a operação de bicicletas no sistema dockless (sem estação para retirada e devolução) nos bairros Centro, Centro Cívico, Ahu, Cabral, Juvevê, Alto da Glória, Hugo Lange, Alto da Rua XV, Batel, Seminário, Rebouças e Campina do Siqueira. Já a locação de patinetes começa na região do Alto da Glória.

O usuário faz a locação por meio do aplicativo e paga um aluguel por isso. Ele pega o veículo em qualquer lugar da área delimitada e larga no ponto que preferir.

O preço é R$ 1 a cada 10 minutos para as bikes. Para o patinete é R$ 3 o desbloqueio mais R$ 0,50 a cada minuto de uso. A Yellow funciona via aplicativo, disponível para Android e iOS. O usuário pode encontrar uma bike ou patinete na rua ou localizar o mais próximo por um mapa no aplicativo.