Por Luiz Henrique de Oliveira e Danaê Bubalo

Investigadores da Delegacia do Alto Maracanã, em Colombo, região metropolitana de Curitiba, não descartam outras hipóteses, mas acreditam que o jovem cabeleireiro Matheus Kenedy da Silva, de 21 anos, foi morto em um assalto na madrugada de domingo (4). A dúvida dos policiais é descobrir se os autores eram conhecidos da vítima.

cabeleirero1'Kenedy tinha apenas 21 anos (Foto: Reprodução)

“Testemunhas foram ouvidas e temos um leque de possibilidades para esse caso. O inquérito é para um latrocínio (roubo seguido de morte), mas outras hipóteses não são descartadas. Vamos buscar imagens de segurança do pátio do mercado em que o carro dele estava estacionado para tentar mais informações”, afirmou à Banda B o delegado Erik Busseti, da Delegacia do Alto Maracanã.

O cabeleireiro levou tiro no pescoço. A Polícia Militar (PM) suspeita que Kenedy tenha sido assaltado no pátio de um supermercado da região. Ele tinha deixado o seu carro estacionado e foi abordado ao ir buscá-lo. “Até o momento, não localizamos o Fiat Uno branco(ano 1994 e placas AEY-1209) levado pelos marginais”, disse o delegado.

Por fim, Busseti confirmou que o jovem era uma pessoa muito querida por amigos e familiares. “Ainda queremos saber se a vítima conhecia os agressores e não temos certeza se eram mesmo desconhecidos. Ele era um menino muito querido, popular e que, ao que parece, não tinha problemas com ninguém”, concluiu.

Qualquer informação sobre o caso pode ser passado à delegacia pelo telefone: 3605-0263

Notícia Relacionada:
Cabeleireiro é assassinado em pátio de supermercado em assalto; amigos lamentam