Um crime brutal na madrugada desta segunda-feira (21), no Bairro Novo, em Curitiba. Um jovem ainda sem identificação foi morto com pedradas em frente a uma casa, na rua Rubens Oscar Gueli. A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) esteve no local e já aponta uma linha de investigação.

Vizinhos contaram à Polícia Civil que ouviram barulhos e brigas por volta das 4 horas. O delegado Thiago Nóbrega disse à Banda B que a moradora da casa em frente onde estava o corpo do jovem pode ter relação com o crime.

“Houve uma discussão na frente da casa dessa moradora, os vizinhos escutaram barulho, os cachorros latiram e depois parou. A princípio, essa moradora da casa testemunhou o ocorrido ou pode ser que até tenha alguma participação, mas ela não está no imóvel. Conversamos com a avó dela e ela não sabe também do paradeiro da neta. Mas isso é apenas uma linha de investigação, vamos aguardar a Criminalística”, contou o delegado.

Jovem foi morto em frente a uma casa. Foto: Banda B

 

O Instituto de Criminalística foi acionado e também periciou a casa da jovem. “Dentro não tinha nada, a avó dessa jovem franqueou a nossa entrada. Uma casa bastante suja, desorganizada. Essa garota é usuária de drogas. Vizinhos contaram que havia mais gente na confusão”, descreveu Nóbrega.

 

 

Segundo ele, o jovem morreu por agressão e espancamento. “Não temos certeza, mas pela cena, esse homem foi morto com pancadas, pedras. Podem ser jogado a cabeça dele contra as pedras ou se deram pedradas, mas foi uma morte violenta e cruel”, finalizouo delegado.

O corpo do jovem foi recolhido ao Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba. A DHPP vai ouvir testemunhas e possíveis suspeitos durante a semana.