A Polícia Federal (PF) prendeu em flagrante, nesta sexta-feira (23), um homem que vendia celulares pela internet, mas entregava molho de tomate. O suspeito, de 27 anos, é morador de Maringá, no Paraná, e enviava os produtos para todo o Brasil. As fraudes podem ter chegado a cerca de R$ 5,5 milhões, segundo a PF.

O homem foi preso no momento em que despachava as encomendas em uma agência dos Correios de Maringá. Nos objetos postais também foram encontrados celulares sem nota fiscal.

Preso homem que vendia celular, mas entregava molho de tomate. Foto: Polícia Federal

A loja funciona desde 2017. A suspeita da Polícia Federal é de que, no início, o homem enviava apenas celulares para os consumidores para alcançar boa reputação na loja virtual. E em 2020, passou a enviar molho de tomate.

Para ler a matéria completa no portal GMC Online, parceiro da Banda B, clique aqui.