A Polícia Militar (PM) encontrou um laboratório de cultivo de maconha dentro de uma casa, na rua Paolo Battan, no bairro Boa Vista, em Curitiba. Cerca de 200 pés da droga foram encontrados no local e dois suspeitos foram presos.

 

 

O tenente Cardoso, da Rone (Rondas Ostensivas de Natureza Especial), conta que uma equipe fazia um patrulhamento pelo bairro Uberaba, quando identificou um suspeito em uma motocicleta. “Ele demonstrou nervosismo e então foi feita a abordagem. Com o suspeito foi encontrado cinco quilos de maconha, já em tabletes, pronta para venda. Ele disse que se utiliza do trabalho como motorista de aplicativo para fazer a distribuição de drogas”, afirmou o tenente que revelou ainda que outros 10 quilos de maconha foram encontrados dentro do casa do abordado.

O suspeito teria indicado o endereço de um amigo no mesmo bairro que também faria a distribuição de drogas. A equipe da Rone foi até o local, abordou este outro suspeito e encontrou mais cerca de três quilos de maconha.

“Eles ainda informaram que conheciam uma estufa para o cultivo de maconha que fica no bairro Boa Vista. Os policiais foram até o endereço e constataram que na parte superior de uma casa havia um sistema de produção de maconha de fato”, disse Cardoso.

 

 

Não havia ninguém na residência, que segundo vizinhos seria alugada, no momento da ação policial. “O local tinha além das plantas, uma estufa com luzes específicas para a produção da droga, adubo, entre outras coisas. A estrutura é bem complexa”, descreveu o tenente.

Os dois suspeitos abordados foram presos e encaminhados para a Central de Flagrantes com as drogas. O primeiro abordado não tinha passagens pela polícia, enquanto o segundo já tinha passagens por posse de drogas.