A polícia ainda não apontou o nome, mas garante que as investigações estão avançadas no caso da morte de Welington Moreira Bueno, de 21 anos, assassinado a tiros na esquina da Praça da Espanha, na madrugada de sábado (19), em Curitiba. O jovem foi encontrado caído na Rua Coronel Dulcídio, quase na esquina com a Avenida Vicente Machado. A região tem muitas câmeras de segurança e a análise das imagens faz as investigações avançarem, disse a delegada Camila Cecconello, da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Crime foi na esquina da Praça da Espanha – reprodução

“O que já apuramos é que o autor e a vítima tiveram uma discussão e se distanciaram. Em seguida, o autor voltou e efetuou os disparos contra o Welington. Temos várias câmeras de segurança e a soma dessas imagens está fazendo com que a investigação esteja hoje bastante avançada.  É preciso uma análise cuidadosa”, disse a delegada nesta quarta-feira 923).

Segundo a Polícia Militar (PM), amigos do jovem relataram que, momentos antes do crime, ele teria se envolvido em uma briga com outras pessoas perto de um posto de gasolina a alguns metros do local do crime. Testemunhas disseram ainda que o autor dos disparos seria um rapaz magro e que usava camisa branca e bermuda branca com listras azuis.

O Siate, do Corpo de Bombeiros, foi acionado, mas o rapaz já estava morto no local quando a equipe chegou. “A vítima estava no chão, de barriga para baixo. Nós visualizamos ferimentos nas costas e no braço direito também, onde havia bastante sangue”, comentou o soldado Koldy, que atendeu a ocorrência, em entrevista à Banda B.

Segundo perícia realizada pelo Instituto de Criminalística, Welington, que era morador do Campo Comprido, foi atingido por quatro disparos na região das costas e do pescoço. Ele não tinha passagens pela polícia.