Lucas dos Santos Pereira já tinha passagens por porte ilegal de arma de fogo e por roubo. Foto: Colaboração

 

Um homem de 29 anos que caminhava durante a madrugada pelo Jardim Paraíso, em Almirante Tamandaré, na região metropolitana de Curitiba, trocou tiros com a polícia e morreu na hora. Maikon Alves tinha uma mandado de prisão, que pode ter sido a razão pela tentativa de fuga. O revólver calibre 38 usado por ele no confronto foi apreendido.

Segundo a Polícia Militar (PM), Alves estava a pé quando foi abordado por policiais em uma viatura do 22º BPM. “No Jardim Paulista, a equipe notou que esse homem estava em atitude suspeita, andando pela rua a pé. Quando foi dada voz de abordagem, ele sacou uma arma e efetuou um disparo contra a equipe, a qual revidou a injusta agressão”, contou o tenente Zazevski.

O confronto aconteceu na rua Del Theolindo Baptista de Siqueira quase esquina com a rua Ver Wadislau Bugalski, próximo a Rodovia dos Minérios. O Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate) foi acionado, mas o homem não resistiu.

Não há detalhes sobre qual crime Alves responde. A Polícia Científica foi acionada e o corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba.

Outro

Outro confronto entre polícia e suspeitos aconteceu horas antes em área rural na divisa de Fazenda Rio Grande e Araucária, também região metropolitana de Curitiba. Equipes do 13° BPM perseguiram o motorista de um veículo Celta, de cor branca, pela BR-116 e também pela Estrada Municipal Tietê, sentido Araucária.

Na fuga, o motorista perdeu o controle do veículo e saiu da pista. Houve confronto e ele foi morto a tiros por policiais. Identificado como Lucas dos Santos Pereira, o suspeito já tinha passagens por porte ilegal de arma de fogo e por roubo.