Uma fábrica clandestina de vinhos foi descoberta pela Polícia Civil do Paraná (PCPR), nesta sexta-feira (21), na zonal rural de Campina Grande do Sul, Região Metropolitana de Curitiba. No local foram encontradas 16 mil garrafas com vinho, além de 16.500 embalagens vazias.

O delegado da PCPR, Gustavo de Pinho, afirmou que a operação aconteceu em conjunto com o Ministério da Agricultura.

“O objetivo da operação foi cumprir um mandado de busca e apreensão na região da BR-116, em Campina Grande do Sul, uma vez que haviam denúncias sobre o funcionamento de uma fábrica clandestina de vinhos. Constatamos que realmente isso estava acontecendo. Também encontramos no local uma espécia de laboratório onde era feita a mistura de açúcar, ácidos e outros produtos altamente nocivos à saúde”, contou o delegado.

O proprietário da fábrica foi preso e autuado em flagrante por falsificação de produto alimentício. A Polícia Civil segue investigando o caso para identificar comércios na região que estão vendendo os vinhos falsificados.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Polícia descobre fábrica clandestina de vinhos e apreende 16 mil garrafas na Grande Curitiba

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.