Uma denúncia de uma operadora de telefonia, TV a cabo e internet, levou a Polícia Civil a uma operação deflagrada nesta terça-feira (16) em Curitiba. Segundo as investigações, o grupo é suspeito de usar documentos extraviados, roubados e até falsos para contratar os serviços. O prejuízo ficava com o verdadeiro dono dos dados.

operacao-denuncia-operadoras-telefonia-cpfs
Foto: Colaboração/Banda B.

Ao todo, 10 mandados de busca e apreensão foram cumpridos. As investigações continuam, pois os policiais identificaram que pelo menos 180 pessoas tenham sido vítimas das ações criminosas, tendo seus nomes usados indevidamente pelos bandidos.

“Fomos procurados há pouco tempo por uma grande operadora nos relatando que estava sendo vítima constante de contratações onde eram utilizados documentos extraviados, roubados ou até falsos. Fizemos um levantamento e descobrimos que em alguns endereços tiveram mais de 35 ligações fraudulentas do mesmo local”

explicou o delegado Rodrigo Brown, do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope).

Os investigadores apuraram os 10 principais endereços que estavam praticando esse tipo de procedimento e cumpriram os mandados com base nisso.

“Foram 10 mandados de busca e apreensão, nestes 10 endereços. Apreendemos uma grande quantidade de modems, todos não souberam explicar direito como e em nome de quem estava contratado o serviço. Vão ter que comparecer ao Cope nas próximas horas para explicar e agora as investigações prosseguem”

disse o delegado.

Além da empresa de telefonia, as maiores vítimas acabam sendo as pessoas donas dos dados, usados indevidamente.

“Essas pessoas acabam negativadas, só vão descobrir quando vão precisar fazer alguma compra com crédito e descobrem que estão negativadas por terem os dados utilizados. É a pequena ponta de um grande iceberg, porque os aparelhos de telefonia depois que o serviço era cortado eram vendidos e repassados a outras pessoas que suspeitamos que operem provedores clandestinos de internet”

detalhou Rodrigo Brown.

Informações e denúncias podem ser feitas diretamente ao Cope, pelo telefone (41) 3217-2900.

operacao-denuncia-operadoras-telefonia-cpfs-1
Foto: Colaboração/Banda B.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Polícia descobre esquema de bandidos que usavam dados de terceiros para golpes em empresa de telefonia

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.