A Polícia Civil do Paraná procura o homem que seria responsável pela morte de Nilo da Silva Mendes, 29 anos, no dia 9 de janeiro deste ano, em Santa Felicidade, em Curitiba. As investigações apontam que Mendes possuía um valor a ser quitado com o suspeito e, após diversas cobranças, acabou morto. Na ocasião, o tio da vítima também ficou ferido.

Romanus Maffei é apontado como o autor do homicídio. A polícia tenta localizá-lo – Foto: PCPR

De acordo com as investigações, Romanus Maffei  teria disparado os tiros contra Mendes em razão de um desacerto comercial.

Segundo a polícia, Maffei foi até a casa da vítima por volta das 23 horas do dia 9 de janeiro buscar uma moto que seria dele e havia sido levada por Mendes. As investigações apontam que o suspeito devia R$ 1 mil à vítima, que teria tomado dele uma moto para a quitação sem seu consentimento.

A delegada Tathiana Guzella, da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), afirmou que depois do ocorrido, foram feitos mandados de busca e apreensão na casa do criminoso. No entanto, quando Maffei soube da investigação, se mudou com a família para um local desconhecido e está foragido.

“A Polícia Militar e a Polícia Civil estão atrás do autor do crime há mais de um mês, diuturnamente. Como ele não foi  localizado, passou a ser uma pessoa com mandado de prisão considerada foragida”, disse Guzella.

A delegada também afirmou que a Polícia Civil está atrás do segundo autor, que teria auxiliado no crime. “Já temos elementos que dão indícios de sua identidade, mas vamos aguardar para ter a confirmação da participação”, completou a delegada.

Quem possuir alguma notícia sobre o caso ou o paradeiro de Maffei, pode entrar em contato com o número 0800 641 121. Sua identidade será preservada.