O pastor João Batista da Silva, 43 anos, pode ter sido morto por participar de um assassinato no ano de 2001. A conclusão é da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que realizou a prisão de dois irmãos nesta sexta-feira (20). Silva era conhecido por ter um canal no Youtube em que recomendava empresas de criptomoedas, tanto que inicialmente a polícia chegou a acreditar que essa pudesse ser a motivação.

Pastor foi morto no Campo do Santana (Foto: Marcelo Borges/Banda B)

De acordo com o delegado Victor de Menezes, o crime foi filmado por uma câmera de segurança no bairro Campo de Santana, o que fez a polícia chegar até um dos irmãos. “Com a identificação do veículo e do proprietário, a vingança passou a ser a hipótese mais forte. Isso porque um dos irmãos teria jurado de morte todos os envolvidos desse crime de 2001”, explicou.

Segundo a polícia, os indícios se tornam ainda mais fortes com a constatação que o veículo Citroen utilizado para o crime foi utilizado em outro assassinato, ocorrido em Colombo. A vítima deste crime na região metropolitana também teria envolvimento na morte ocorrida há 18 anos, no interior de São Paulo.

Com a identificação, os investigadores solicitaram para a Polícia Civil de São Paulo dados do crime ocorrido em 2001. Irmão dos dois detidos, Célio Miranda dos Santos foi assassinado na ocasião.

A DHPP segue investigando o caso.

Confira vídeo que mostra o momento do crime: