A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) deflagrou na manhã desta terça-feira (28) uma operação para prender um dos homens mais procurados de Curitiba, suspeito por ao menos quatro assassinatos. Segundo a polícia, Erecil José Marmachuk da Silva Junior, de 33 anos, seria um ‘matador de aluguel’ que comete crimes tanto por encomenda quanto por desacerto do tráfico de drogas. Na operação deflagrada nesta terça-feira, o suspeito, conhecido como Pit, não foi localizado.

Erecil logo após o assassinato – Divulgação PCPR

A polícia foi atrás de Erecil de posse de um mandado de prisão contra ele, além de outros de busca e apreensão. A casa do suspeito foi revirada, mas ele escapou. O mandado de prisão é em relação a um crime cometido no bairro Cajuru no dia 3 de janeiro deste ano.

Imagens de câmera de segurança divulgadas pela polícia mostram o momento em que Erecil se aproxima a pé de Luiz Antonio Biazan, conhecido como Burro Branco, que estava de bicicleta. Imediatamente, ele saca a arma e mata o ciclista a tiros. Ele foge na bicicleta da vítima. (Veja o vídeo abaixo – Imagens fortes)

Erecil, conhecido como Pit, é procurado pela polícia – Divulgação PCPR

“O Erecil está sendo procurado pela polícia há tempos. Ele é um ‘serial killer’ que matou diversas vezes. Um matador de aluguel frio, calculista, que mata por motivo torpe sem chance de defesa, sempre pelas costas com tiros na nuca. Atua em diversos bairros e tem várias passagens pela polícia”, informou o delegado Tito Barichello.

Segundo o delegado, além deste assassinato das câmeras de segurança, Erecil já matou pelo menos outras três pessoas.

“Infelizmente não conseguimos prendê-lo nesta operação e pedimos ajuda da população para localizarmos este matador. Certamente ele será preso”, completou.

Segundo a polícia, o crime cometido no Cajuru foi em razão do tráfico de drogas.

Assista o momento do crime no Cajuru. (Imagens fortes)