Um homem foi preso em flagrante, na manhã desta quinta-feira (13), em Curitiba, pela Polícia Federal por porte ilegal de arma de fogo e que estava exercendo de forma irregular a profissão de segurança privada. Além das irregularidades, ele utilizava um veículo semelhante às viaturas de um grupo especial da Polícia Civil.

(Foto: Divulgação/PF)

Policiais federais receberam denúncia de veículo suspeito com características semelhantes às de uma viatura policial próximo a um posto de combustível.

Quando chegaram ao local, confirmaram a existência de caminhonete com características que poderiam ser confundidas com viatura de um grupo especializado da Polícia Civil do Paraná. Próximo ao veículo, identificaram um homem que trazia consigo algemas, tonfa, cinto de guarnição padrão policial, colete tático, entre outros apetrechos tipicamente de uso policial.

O suspeito foi conduzido à Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, juntamente com arma de fogo e munições.

Os policiais federais verificaram que se tratava de serviço prestado por uma empresa clandestina de segurança. O responsável pela empresa foi notificado também a apresentar documentação para regularização administrativa.