Dois assaltantes que promoveram um arrastão com agressões e ameaças foram presos na manhã desta terça-feira (26), no bairro Butiatuvinha, em Curitiba. Na companhia de um terceiro, eles embarcaram na linha Ouro Verde, agrediram e roubaram pertences de passageiros e ainda mantiveram o motorista com uma faca na barriga. A Polícia Militar (PM) conseguiu prender dois deles já com outras roupas e contando o dinheiro do assalto. Um terceiro fugiu e a polícia tenta descobrir o paradeiro dele.

O arrastão aconteceu por volta das 7h, na rua João Golim, quando o coletivo tinha acabado de sair do ponto final em direção ao Terminal de Santa Felicidade. Segundo o motorista, havia cerca de quinze passageiros. “Saí do segundo ponto e ele já em abordou com uma faca na minha barriga. Enquanto eles faziam o arrastão, o outro ficava me ameaçando com a faca. Eles entraram e logo disseram que era um assalto”, descreveu o motorista.

Segundo os moradores próximos que auxiliaram as vítimas após o assalto, os passageiros estavam bastante nervosos e abalados. Uma delas, de 34 anos, que estava indo para o trabalho disse que os assaltantes foram agressivos. “Foi um susto muito grande, eles estavam com uma faca, foram entrando e pedindo as coisas, ameaçaram o motorista com uma faca. Foi horrível”, contou. Um dos passageiros levou um soco na cabeça.

Assim que o trio foi embora, a PM foi acionada e iniciou buscas pela região. O trio foi encontrado a cerca de três quadras, com roupas trocadas e fazendo a divisão do roubo. Eles tentaram fugir dos policiais, mas dois, de 19 e 32 anos, foram presos em flagrante. Eles foram reconhecidos pelos passageiros como sendo os assaltantes. O terceiro conseguiu fugir e a polícia faz buscas para localizá-lo. O Boletim de Ocorrência (BO) foi confeccionado e a Polícia Civil ficará responsável pelas investigações.

Morte no sábado

Larissa não resistiu aos ferimentos e morreu dentro do ônibus. (Foto: Reprodução/Facebook)

No sábado (23), uma tentativa de assalto a ônibus terminou com uma passageira e um suspeito mortos em Campo Magro, na região metropolitana de Curitiba. Além das vítimas fatais, outras quatro pessoas foram baleadas: Duas mulheres, um rapaz e um policial aposentado que se envolveu na troca de tiros.

O caso aconteceu na Estrada do Cerne, no Jardim Viviane, na linha Curitiba/Campo Magro. Quatro assaltantes anunciaram o roubo e renderam os passageiros do coletivo, quando o policial reagiu, dando voz de abordagem. Os bandidos, então, dispararam contra ele, que revidou.

Segundo testemunhas, na troca de tiros, seis pessoas foram atingidas. Uma delas, identificada como Larissa Morgana Ferreira, de 24 anos, chegou a ser socorrida, mas morreu na ambulância.

Notícia relacionada: