Um homem, de 40 anos, morreu esfaqueado após defender um casal de um ataque homofóbico em um ônibus, na noite deste domingo (16), no bairro Alto da Glória, em Curitiba (PR). Os autores do crime, que seriam tio e sobrinho, foram detidos e encaminhados à delegacia.

O crime aconteceu no interior de um ônibus biarticulado da linha Santa Cândida/Capão Raso, em um trecho da Avenida João Gualberto. Os suspeitos teriam perseguido o casal antes do ataque. O passageiro se envolveu em uma discussão com eles e foi esfaqueado.

Passageiro morre esfaqueado em ônibus ao defender casal de ataque homofóbico, em Curitiba
Imagem ilustrativa – Foto: Cesar Brustolin/SMCS

“Essa vítima interveio em uma situação de homofobia dentro do ônibus e acabou sendo agredida pelos autores. Infelizmente, ele veio a óbito”, disso o cabo Michel, da Polícia Militar.

Após o crime, os criminosos fugiram em direção à região central da capital paranaense, mas foram presos por policiais das Rondas Ostensivas de Natureza Especial (Rone).

De acordo com a Polícia Militar, um dos autores era monitorado por tornozeleira eletrônica, enquanto o segundo suspeito é menor de idade (17 anos) e foi encaminhado à Delegacia do Adolescente.

arma-ataque-crime
A faca usada no crime – Foto: PM

“Uma equipe da Rone estava patrulhando pela região e acabou abordando os indivíduos”, acrescentou o cabo.

A Urbs (Urbanização de Curitiba) afirmou à Banda B que vai disponibilizar imagens das câmeras do ônibus à polícia.

A Polícia Civil investiga o caso.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Passageiro morre esfaqueado em ônibus ao defender casal de ataque homofóbico, em Curitiba

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.