A paranaense Maressa Nunes, de 31 anos, foi brutalmente espancada durante um suposto assalto, no último dia 24, no Chile. Natural de Maringá, no oeste do Estado, a vítima viajou com uma amiga para o país e agora está internada em estado grave.

A família da jovem relatou que o crime aconteceu após Maressa e a amiga pedirem comida por um aplicativo. Pouco tempo depois, um homem que se passou por entregador invadiu o apartamento delas e espancou as duas. Em seguida, ele teria chamado outros dois homens para dentro do imóvel.

Paranaense é espancada durante suposto assalto após bandidos invadirem apartamento no Chile
A maringaense espancada no Chile, Maressa Nunes, de 31 anos – Foto: Reprodução

Moradores do prédio teriam ouvido os gritos das amigas e acionado a polícia. Minutos depois, os supostos assaltantes fugiram. Irmã de Maressa, Larissa Nunes afirmou à RPCTV (afiliada da Globo no Paraná) que a mulher teve fraturas no rosto, mandíbula e nariz.

“Ela está com muitas mordidas pelo corpo. Minha irmã teve reação ao assalto. Ele enfiou a arma na boca dela, foi um crime bárbaro. Eles espancaram muito a minha irmã”, disse Larissa à RPC.

As duas também teriam sido vítimas de tentativa de estupro. Os suspeitos fugiram e não haviam sido localizados até esta terça-feira (2).

Maressa segue internada em um hospital no Chile, enquanto a amiga dela já retornou a Maringá.

Em uma rede social, a ministra das Mulheres, Aparecida Gonçalves, disse que a pasta acompanha o caso.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Paranaense é espancada durante suposto assalto após bandidos invadirem apartamento no Chile

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.