Como forma de ‘defender’ o cão atacado em uma rua de Fazenda Rio Grande, na região metropolitana de Curitiba, um homem matou um pitbull a pedradas e colocou fogo no corpo do animal. De acordo com a Polícia Civil, a denúncia chegou à Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente nesta quarta-feira (16) e o suspeito já foi identificado.

Reprodução

Segundo o delegado Matheus Laiola, o pitbull foi resgatado por uma mulher após supostamente ser abandonado por seu tutor. Durante os cuidados realizados por essa cuidadora, porém, o animal acabou conseguindo fugir, se deparando com esse outro cachorro e o tutor dele. “Com a briga, esse tutor pegou uma pedra e matou o pitbull. Logo em seguida, ele incendiou o corpo”, descreveu.

Antes da morte, uma campanha nas redes sociais já tentava encontrar um novo lar para o animal. “O pitbull foi vítima por duas vezes. Primeiro porque foi abandonado, segundo porque foi morto covardemente”, diz Laiola.

Com a identificação do responsável, ele vai responder a um inquérito por maus-tratos. A Polícia Civil segue responsável pelo caso.