(Foto: Reprodução Catve.com)

 

Os pais do bebê de nove meses que morreu no Hospital Universitário de Cascavel, em abril deste ano, foram presos pela Polícia Civil na manhã de terça-feira (14) em Toledo, Oeste do Paraná. As investigações dão conta de que a morte não foi acidental, como foi informado inicialmente pelo casal.

De acordo com a Polícia Civil, a morte da criança foi provocada após uma discussão entre os dois suspeitos. Segundo o delegado, o pai arremessou um objeto de cerâmica contra a mãe que estava perto do bebê e a cabeça da criança foi atingida.

O caso aconteceu em 10 de abril. O menino chegou a ser hospitalizado em Cascavel, mas não resistiu aos ferimentos e morreu depois de seis dias de acompanhamento médico. O bebê teve traumatismo cranioencefálico com perda de massa encefálica. A criança era o segundo filho do casal.

Os pais, de 23 e 20 anos foram presos preventivamente e devem responder por lesão corporal seguida de morte.

Para mais informações sobre a Região Oeste acesse o Catve.com clicando aqui.