Os pais das três adolescentes, que violaram um túmulo no Cemitério Sagrada Família, em Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), serão ouvidos na delegacia nesta sexta-feira (21). As garotas, com idades entre 14 e 17 anos, gravaram imagens zombando de um cadáver e viralizam nas redes sociais nesta semana.

adolescentes tumulo piraquaa
Reprodução

“A Polícia Civil de Piraquara tomou conhecimento de um vídeo que já estava circulando nas redes sociais em que apareciam três adolescentes ultrajando, zombando, de uma ossada humana em um cemitério aqui de Piraquara. Assim que tomamos conhecimento do fato, empreendemos diligências na intenção de identificar essas menores. Em menos de uma hora, a Polícia Civil conseguiu identificar as três adolescentes envolvidas nesse ato infracional análogo ao crime de vilipêndio de cadáver”, explicou a delegada Juliana Cordeiro.

O cemitério fica localizado no bairro Guarituba. Nas imagens (assista abaixo), é possível ver que o vídeo foi gravado no período da noite. Duas das garotas seriam irmãs.

Uma menor filma, enquanto outras duas puxam um cadáver de dentro da gaveta. Em determinado momento uma delas fala em meio a risadas: “Olha, morreu de terno. Será que morreu no casamento?”. E aí completa: “Nossa mano, eu queria encontrar alguém assim bebê. Tipo assim, é tão mais legal”

Conforme a delegada, os pais já tinham conhecimento do vídeo.

“Os pais já tinham conhecimento dessa situação, então eles foram cientificados e intimados a comparecerem na delegacia de Piraquara, juntamente com as adolescentes infratoras, para que elas sejam ouvidas pela autoridade policial e esclareçam o dia em que elas zombaram e ultrajaram desse cadáver e também a motivação”, afirmou.

As adolescentes devem ser encaminhadas para Vara da Infância e Juventude e devem cumprir medidas socioeducativas.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Pais de adolescentes que violaram túmulo em Piraquara serão ouvidos na delegacia: “Crime de vilipêndio”

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.