Por Elizangela Jubanski e Danaê Bubalo

crime-sjpEsposa e filha não se feriram. Foto: DB/Banda B

O auxiliar de serviços gerais Jeferson Luiz Remper, 36 anos, foi morto a tiros na frente da família na noite desta terça-feira (2) em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. Remper estava em uma mecânica com a esposa e a filha para fazer uma rápida revisão quando foi abordado pelos assassinos que estavam com uma arma em punho. Os suspeitos ainda não foram localizados.

O crime aconteceu por volta das 21h30 na Rua Ada Della Giustina, no Jardim Izaura. Remper chegou nessa mecânica com o carro da família, acompanhado da esposa e da filha. Testemunha disseram que a família estava se preparando para viajar e precisava fazer uma revisão no veículo.

Quando a vítima desceu do carro, pelo menos, dois homens armados o surpreenderam. “Todos os disparos atingiram o lado direito dele, na face, no ombro, no temporal. Os tiros foram fatais. Ele estava em pé e tem pouco sangue no carro. Foi uma execução, mesmo”,  afirmou o perito Edmar Cunico, da Polícia Científica.

Remper morreu antes mesmo de ser socorrido por uma equipe do Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate). A esposa e a filha não ficaram feridas.

Segundo informações da Polícia Militar, o homem, conhecido como ‘Gordo’, tinha três passagens por roubo e possivelmente o crime está ligado a um acerto de contas. O corpo da vítima foi recolhido ao Instituto Médico Legal de Curitiba e a Delegacia de São José investiga o caso.